Apple deve lançar nova versão do iPhone dia 12 de setembro

04/09/2012 22:38

A empresa de tecnologia americana Apple poderá apresentar seu iPhone 5 no dia 12 de setembro em San Francisco (Califórnia, EUA) durante um evento para o qual convidou a imprensa.

O convite, enviado pelo correio, contém uma mensagem enigmática: "já está quase aqui". E apresenta uma sombra que parece o número "5", sugerindo que a Apple pode revelar seu muito aguardado iPhone 5.

Segundo Ana Carolina Bilbao, diretora da Hi Soluções, assistência técnica autorizada e revenda da Apple em Blumenau, o lançamento do smartphone ainda este mês é uma surpresa, já que a companhia norte-americana sempre lançava as novas versões do iPhone em outubro, e mantinha para setembro lançamentos de iPods e sistemas operacionais.

— Desde que o Tim Cook assumiu a presidência, tem surpreendido o mercado. O certo é que este evento promete. E os rumores do novo iPhone são por causa do número "5" no convite. Nós achávamos que seria lançado o novo iPhone, como foi com o iPad, que o mercado esperava com o número três e não ocorreu. Isso porque há muita confusão com números, 3G, sistema operacional, iOS 6 e etc — explica.

A questão sobre o que a Apple pretende exatamente com seu novo iPhone não está clara ainda, embora os analistas estejam convencidos de que muitos clientes do mercado de dispositivos móveis adiaram suas compras para adquirir o novo aparelho da companhia.

— Desde março nossos clientes estão deixando de comprar o iPhone 4S para esperar pelo iPhone 5 — revela Ana.

Alguns rumores indicam que o novo telefone terá tela tátil maior do que a de seu modelo anterior e pode chegar ao mercado até o final de setembro. Segundo a diretora da Hi Soluções, isso seria um tiro no pé, já que a Apple recém ganhou, em primeira instância, a briga de patentes com a Samsung, empresa coreana que usa telas maiores em seus celulares.

— Nós apostamos em melhorias como as que já ocorreram no novo iPad, como maior velocidade, tela e resoluções melhores. Mas as especulações não param. Todo dia alguém chega na loja com novas informações — conta.

Por conta dos rumores, as ações da Apple subiram até os US$ 674,18, embora tenham perdido alguns centavos para se situar a US$ 674 nas operações que se seguiram ao envio dos convites para o evento do dia 12.

Os aparelhos móveis da Samsung continuam sendo os mais vendidos dos Estados Unidos com quota de mercado de 25,6%, mas a Apple, que ocupa a terceira posição, ganhou terreno até alcançar 16,3% no fim de julho, segundo dados da comScore. A LG ocupa o segundo lugar no setor, com 18,4% do mercado de telefonia móvel americana.

Por outro lado, os celulares inteligentes com o software Android, da Google, continuavam dominando 52,2% do mercado americano, embora o sistema iOS da Apple seja o segundo mais popular, com 33,4%, sempre de acordo com a comScore.