Guarani de Juazeiro estreia na Série D do Brasileiro empatando em casa com o Santos-AP

25/07/2015 18:48

O Guarani estreou com empate na Série D do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste domingo (12), o Leão do Mercado ficou no 1x1 com o Santos do Amapá diante de sua torcida no estádio Romeirão.

Com o resultado o time rubro-negro divide a liderança do Grupo 2 na competição nacional com outras duas equipes além do Santos. O Leão do Mercado folga na próxima rodada e só retorna a atuar no domingo 26 de julho, fora de casa contra o River do Piauí.

O JOGO - Empurrado pela torcida o Guarani queria o gol desde os primeiros instantes da partida e com menos de um minuto já acertava o travessão em tentativa de Roberto Jacaré.

Com outra postura o Santos se defendia e no final da primeira etapa não somente equilibrou o duelo como abriu o placar em assistência de Acosta para gol de André Cabeça aos 41 minutos.

As equipes voltaram para o intervalo sem alterações. Como nada mudava em campo, o técnico Carlos Octávio promovia a estreia de Abaiara, revelação do clube aos 14 minutos. O time rubro-negro pressionava pelo gol do empate, criava, porém errava as finalizações.

De tanto tentar o Leão do Mercado foi premiado com o empate em gol do zagueiro Paulo Ricardo, de cabeça, após cobrança de escanteio aos 35 minutos. (Robson Roque, especial para o Portal Esportes O POVO)

FICHA TÉCNICA
GUARANI-CE 1X1 SANTOS-AP
COMPETIÇÃO – Campeonato Brasileiro Série D, Grupo 2 (1ª Rodada)
DATA/ HORÁRIO – Domingo, 12 de julho de 2015 às 16h
LOCAL – Estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte (CE)
ÁRBITRO – Suelson de França Medeiros (RN)
ASSISTENTES – Nailton Oliveira e Renan Aguiar (ambos do CE)
PÚBLICO – Não disponível
RENDA - Não disponível
EXPULSÃO – Alan (SAN) 49min/2T
GOLS – André Cabeça (SAN-41min/2T)

GUARANI (3-5-2)
Alberto; Roberto Baiano (Everton 33min/2T), Paulo Ricardo, Afonso e Pedro Junior (Lalá 20min/2T); Gledson, Leilon (Abaiara 14min/2T), Sadrac; Roberto Jacaré, Moré e Otacílio Neto. Técnico: Carlos Octávio.  

SANTOS (4-4-2)
Diego Cabral; Maicon Gaúcho (Sandro 14min/2T), Wellington, Preto Barcarena e Batata; Roberto, Raí, Leto (Jean Marabaixo 20min/2T) e André Cabeça; Cabralzinho (Lessandro 36min/2T) e Acosta. Técnico: José Minga.