Polícia Federal prende irmão de Mução nesta segunda

23/07/2012 23:24
A Polícia Federal prendeu às 13h desta segunda-feira, 23, Bruno Vieira Emerenciano, em seu apartamento, no bairro Meireles, em Fortaleza. Ele é irmão do radialista Rodrigo Vieira Emerenciano, conhecido como Mução. A prisão é resultado da operação Dirty Net, deflagrada em 28 de junho para combater a pedofilia e pornografia infantil na Internet. A operação havia resultado na prisão de Mução mês passado.
 
Segundo informações da Polícia Federal de Pernambuco, o pedido de prisão temporária de Bruno ocorreu cumprimento à ordem expedida pelo Juízo Federal da 13ª Vara da Seção Judiciária, no estado pernambucano. Bruno será conduzido para a sede da Polícia Federal e em seguida seguirá para o Centro de Observação Criminológica e Triagem (Cotel), onde ficará a disposição da Justiça Federal.
 
Participação de Mução nos crimes é descartada
O humorista Mução chegou a ser acusado dos crimes e preso no dia 28 de junho, mas acabou sendo liberado dois dias depois. Mução apresenta um programa diário que é transmitido para vários estados.
 
De acordo com a Polícia Federal, a participação de Mução nos crimes investigados foi totalmente descartada. Os trabalhos de apuração das investigações encontram-se em fase de conclusão, aguardando-se apenas o encerramento das últimas perícias.
 
De acordo com a PF, além das senhas pessoais, Bruno Vieira admitiu que criou e-mails e perfis de usuários do irmão, através dos quais acessou, por diversas vezes e em diferentes ocasiões e localidades, programas de compartilhamento de dados usados para divulgação e troca de imagens contendo cenas de sexo explícito e pornográficas.
 
Ainda conforme a Polícia Federal, a prisão temporária é “imprescindível para as investigações do inquérito policial”. Caso a existência do crime seja comprovada, a pena pode chegar a quatro anos de reclusão. 

 

Redação O POVO Online