28 municípios irão receber R$ 217 milhões

28 municípios irão receber R$ 217 milhões

O Ministério da Saúde aprovou a liberação de R$ 217 milhões para a implantação da primeira etapa do Plano de Ação da Rede de Atenção às Urgências do Ceará. Segundo o Governo Federal, a ação tem o objetivo de potencializar a organização da rede para gerar impactos positivos no atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).


 

 

Um total de 28 municípios cearenses serão impactados pela a medida. Os mais beneficiados serão Fortaleza (R$ 151 milhões), Caucaia (R$ 16,6 milhões), Maracanaú (R$ 15,6 milhões), Eusébio (R$ 8,9 milhões), São Gonçalo do Amarante (R$ 4,4 milhões) e Horizonte (R$ 4,1 milhões).


 

Os valores estabelecidos para o repasse serão incorporados ao limite financeiro de Média e Alta Complexidade do Estado e dos municípios. Serão aplicados recursos de R$ 61,8 milhões na habilitação de 181 novos leitos de UTI e na ampliação de 135 leitos.


 

Serão contemplados o Hospital Geral de Fortaleza (HGF), Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS), Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes (HM), Hospital Waldemar de Alcântara, Hospital da Polícia Militar, todos da rede pública estadual, e, ainda, o Instituto Dr. José Frota (IJF), da Prefeitura de Fortaleza.


 

O governo dividiu a injeção de recursos a partir da divisão dos municípios cearense em dois grandes grupos: os com mais de 50 mil habitantes e os com menos disso. Terão tratamento diferenciado.


 

UPAs

Ao todo serão R$ 59,1 milhões para o custeio anual de 16 novas UPAs e qualificação de mais 18 UPAs. Estas unidades são equipadas para realizar atendimentos de complexidade intermediária. O governo estima que as UPAs 24h conseguem resolver até 97% dos problemas dos usuários que as procuram sem necessidade de encaminhamento a um hospital.
 

 

Nessas unidades, a população pode resolver problemas de pressão alta, febre, cortes, queimaduras e receber os primeiros atendimentos em casos de AVC. Os médicos prestam socorro em casos de urgência, com apoio do serviço de raio x, laboratório para exames e aparelho de eletrocardiograma.


 

Samu

Já para o Serviço de Atenção às Urgências (SAMU) serão repassados R$ 14,5 milhões/ano para habilitação de novos serviços e ampliação dos existentes no estado e municípios cearenses.
 

 

A medida prevê a aquisição de duas motolâncias (motos adaptadas) e qualificação de outras seis, o que proporcionará maior agilidade no atendimento que presta os primeiros socorros à população.