Ceará dispõe de dois testes anti-HIV durante gestação

Ceará dispõe de dois testes anti-HIV durante gestação

Há três anos, é direito da mulher no Ceará ser submetida a dois testes anti-HIV durante a gravidez: um no primeiro trimestre, outro no último. Desde a implantação da medida, o total de testes de HIV em gestantes quadruplicou. Entre 2009 e 2012, subiu de 14.369 para 51 mil.

 

Com intenção de reduzir a transmissão de Aids da mãe para o bebê - transmissão vertical - e, assim, diminuir a mortalidade infantil e materna no Estado, foi investido R$ 1,9 milhão. Os recursos foram destinados à compra de insumos e kits.


À época, a rede de seis laboratórios do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) foi estruturada e equipada para a realização dos testes, além da preparação dos profissionais. Mais dois laboratórios integram a rede de realização dos testes de HIV: o Centro de Especialidades Médicas José de Alencar (Cemja), do município de Fortaleza, e o laboratório do município de Sobral.


“Diante da positividade (do teste), a gestante tem que começar o tratamento. Durante o parto, tem que tomar medicação injetável e o bebê tem que tomar durante seis semanas um medicamento contra a Aids”, orienta Manoel Fonsêca, coordenador de Promoção e Proteção à Saúde da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa).


Na rede estruturada dos oito laboratórios públicos, os testes de HIV são feitos após a realização dos exames de sífilis, que devem ser feitos por consentimento da gestante. “Lamentavelmente, ao fazer isso (a implantação do programa), em vez de diminuir, fez foi aumentar o número de casos de sífilis. Provavelmente porque o diagnóstico não estava sendo feito”, explica.


A adesão das gestantes ao teste de sífilis é de 50%. Em virtude desse número, considerado baixo por Fonsêca, houve aumento “significativo” de casos de sífilis. Nos anos anteriores, eram 400 casos de sífilis congênita. Em 2012, o número mais que dobrou, passando a 900. (Juliana Diógenes)

 

SERVIÇO


Espaços públicos de atendimento a soropositivos em Fortaleza


Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen)

Onde: avenida Barão de Studart, 2.405 - Aldeota


Contatos: 3101 1491 / 3101 1485

Mais informações: www.lacen.ce.gov.br



Casa do Sol Nascente (abrigo para soropositivos)

Onde: avenida Alberto Craveiro, 2.222 - Castelão

Contato: 3469 4437


Hospital São José de Doenças Infecciosas (funciona 24 horas e recebe pacientes em caráter de emergência)

Onde: rua Nestor Barbosa, 315 - Parquelândia


Contatos: 3101 2321 / 3101 2322