CEO do McDonald’s revela os quatro maiores problemas da marca

CEO do McDonald’s revela os quatro maiores problemas da marca

SÃO PAULO – A gigante do fast food McDonald’s informou nesta semana que as que as vendas globais das lojas da marca caíram 3,3% no terceiro trimestre.

Além disso, segundo o site Business Insider, a empresa tem perdido participação de mercado para restaurantes de “Fast Casual” – um gênero de restaurante que não oferece serviço de mesa, mas promete uma melhor qualidade de comida e uma atmosfera diferente, em contraposição aos restaurantes de fast food.

Recentemente, o CEO do McDonald’s, Don Thompson, revelou, a pedido de investidores e analistas, os maiores problemas enfrentados pela marca e o que ele planeja para corrigi-los. Confira:

1- Oferecer o melhor preço

A empresa passou vários anos utilizando itens de alta qualidade, como carne bovina tipo Angus e frangos selecionados, ignorando uma dos seus maiores pontos fortes: o preço baixo. “Valor é um dos nossos grandes pilares”, explica Thompson. “Então, temos de continuar a fortalecer a nossa posição dentro deste atributo-chave para o consumidor". Por isso, as lanchonetes passaram a oferecer lanches mais baratos para voltar a atrair os consumidores de baixa renda.

2- Atendimento ao cliente

Ao longo dos anos, o tempo de espera para ser atendido no McDonald’s aumentou, em parte por causa do menu cada vez mais complexo. Thompson reconhece este problema e afirma que a empresa estava enviando representantes para as lojas para redefinir o serviço – isso pode incluir um aumento no quadro de funcionários, ou melhor treinamento.

A empresa também está redesenhando as cozinhas para ter uma linha de montagem de alimentos mais rápida.

3- Marketing

Thompson está ciente de que muitos veem o McDonald’s como junk food insalubre. O problema se agravou com o escândalo da fábrica de alimentos na China que vendia carne estragada para os restaurantes da companhia. Para melhorar a percepção pública da empresa, o McDonald’s está fazendo uma auditoria global no departamento de marketing e o CEO pretende fazer novas contratações. "Também estamos fortalecendo nossas mensagens criativas, colocando maior ênfase na qualidade da nossa alimentação e reestabelecer a ligação emocional que os nossos clientes associam com a experiência do McDonald’s", afirma. 

4- Simplificar o menu

Desde 2007, o cardápio da rede cresceu 70%, contribuindo para o longo tempo de espera para receber o lanche. Os franqueados também estão incomodados com o menu, pois os novos ingredientes e equipamento extra lhe custam dinheiro. Thompson destacou que o restaurante está voltando ao básico. “Estamos agilizando nosso cardápio e, além de tornar mais fácil para os clientes fazerem os pedido, isso vai reduzir a complexidade em nossos restaurantes, que por sua vez, deve melhorar a precisão e a velocidade do serviço.”

Fonte: Msn