Coisa certa, na hora ainda mais certa

Coisa certa, na hora ainda mais certa

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) merece elogios pela iniciativa adotada neste caso dos possíveis excessos nos gastos de prefeituras com a festa de carnaval. Questione-se, apenas, que tenha decidido apertar os gestores tão próximo do evento, criando uma situação em que a análise do conjunto de informações oferecidas se dará, na prática, já depois do fato consumado. Claro que existem condições objetivas para depois correr atrás dos prejuízos, se eventualmente constados, mas fica a impressão de que uma ação preventiva tornaria mais fácil o esforço de evitar danos aos cofres públicos. Algo fácil de acontecer em tais situações, considerando-se que os dias carnavalescos são conhecidos com suficiente antecedência. Por exemplo, o calendário já definiu que em 2015 o ziriguidum vai de 14 a 17 de fevereiro. Vamos nos preparar para fazer a coisa certa, de novo, mas na hora certa da próxima vez?