Convocado, Osvaldo revela emoção: 'Na hora, eu comecei a tremer'

Convocado, Osvaldo revela emoção: 'Na hora, eu comecei a tremer'

O atacante Osvaldo já se mostrava confiante quanto à convocação para a Seleção Brasileira e, nesta quarta-feira, a oportunidade chegou. Após o corte do ex-companheiro de clube, o meia-atacante Lucas, do Paris Saint-Germain (FRA), que lesionou o tornozelo esquerdo, o técnico Felipão optou pelo camisa 17 do Tricolor para os amistosos diante da Itália e Rússia, nos dias 21 e 25, respectivamente.

Concentrado para o confronto diante do Arsenal (ARG), nesta quinta-feira, pela Copa Libertadores, o jogador recebeu o aviso da convocação por meio do técnico Ney Franco. Essa é a primeira vez que o atacante de 25 anos vestirá a camisa amarelinha.

- Estava sentado no gramado, Ney Franco me chamou no banco para dar a notícia. Na hora comecei a tremer, não sabia a reação. Depois, chegaram o Éder (Bastos, auxiliar técnico) e o Adalberto (Baptista, diretor de futebol do clube). Hoje é um dia especial, estou muito feliz, espero que possa mostrar meu potencial na Seleção - declarou o sorridente atacante, durante entrevista coletiva, após o treinamento.

Por ironia, enquanto estava no comando do Palmeiras, Felipão rechaçou a chegada do atleta. O camisa 17, autor de cinco gols e cinco assistências na temporada, lamentou a ausência de Lucas e conta com o apoio dos seus "conterrâneos".

- Lucas é um grande jogador, nível de Seleção Brasileira. Eu já estou começando a chegar nesse nível com muito trabalho, espero representar, tenho substituído ele no São Paulo. Notícia ruim para ele, boa para mim. No futebol acontece, espero que eu possa ir lá representar o São Paulo e a nação nordestina, que reza por mim - afirmou.

No treinamento desta quinta-feira, os jogadores até entoaram "Ohhh, toca no Osvaldo que é gol" para enaltecer o camisa 17 da equipe.

Agora, alegre por conta da convocação, Osvaldo mantém o foco na partida diante do Arsenal (ARG), que tem caráter decisivo para a equipe do Morumbi.

- O Luis Fabiano é o cara de referência, mas o Aloísio vai fazer esse papel. Jogador que todo o grupo acredita e sabe do potencial. Espero que amanhã (quinta-feira) a gente possa representar o São Paulo bem e sair com a vitória - completou o jogador.