De olho em voos mais altos, Bota tenta deixar a irregularidade para trás

De olho em voos mais altos, Bota tenta deixar a irregularidade para trás

Depois de um primeiro turno de altos e baixos, com dificuldades principalmente nos jogos em casa, o Botafogo iniciou bem o segundo turno e agora espera ter uma maior regularidade. Neste domingo, às 16h (de Brasília), o Alvinegro enfrenta o Náutico, no Engenhão, com a possibilidade de conseguir pela primeira vez três vitórias consecutivas no Brasileiro.

Depois do 2 a 0 sobre o Coritiba e do 3 a 1 em cima do Cruzeiro, o Bota encurtou a distância para o G-4 para cinco pontos. O meia Andrezinho acredita que o time precisa ter uma boa sequência nesta altura da competição se quiser realmente brigar na ponta da tabela.

- Estamos conversando bastante. No primeiro turno oscilamos muito, e mesmo assim não distanciamos muito do G-4. Estamos em busca dessa regularidade. Para conseguir brigar por título, Libertadores, é preciso ter isso.

Artilheiro do time, Andrezinho vem contribuindo com o time na luta por uma melhor colocação na tabela com gols. Ele já fez sete até o momento, e acredita que o esquema sem homens fixos na frente favorece a chegada de jogadores de trás, como ele.

- É diferente (ser artilheiro), mas trato isso com naturalidade. O mais importante é o time vencer.

Hoje temos um dos melhores ataques em números (35 gols, segundo melhor, ao lado do Atlético-MG). Com este esquema até facilita para os jogadores que vem de trás. Fico feliz com os gols.