Ex-F1 e vencedor de sete corridas na Indy, Wilson morre aos 37 anos em decorrência de acidente em Pocono

Ex-F1 e vencedor de sete corridas na Indy, Wilson morre aos 37 anos em decorrência de acidente em Pocono

Morreu nesta segunda-feira (24), em Allentown, nos Estados Unidos, o piloto inglês Justin Wilson. Competindo pela Andretti nas 500 Milhas de Pocono, disputadas na tarde de domingo, Wilson foi atingido na cabeça por um pedaço de carenagem que foi lançado de volta à pista no acidente iniciado por Sage Karam.

Wilson foi transportado de helicóptero para o hospital após o acidente, e horas mais tarde um comunicado divulgado pela Indy informou que ele estava em coma e em estado grave. A 'Associated Press' e a NBC já confirmaram a informação e a Indy fez o anúncio oficial às 22h15 (de Brasília).

"Em nome da família Wilson, é com profunda tristeza que anunciamos que Justin Wilson morreu em decorrência da lesão que sofreu na cabeça ontem em Pocono. Ele faleceu na companhia de sua família, de seu irmão Stefan e sua esposa. Como sabemos, a indústria das corridas é uma grande família. Vamos oferecer o apoio que eles precisam durante este período. Sua falta será sentida. Gostaria de agradecer em nome da família, da Indy e da Andretti, à equipe médica da Holmatro e aos médicos. Particularmente, a família de Wilson gostaria de agradecer aos colegas de pista dele", declarou Mark Miles, CEO da IndyCar.

O piloto Ed Carpenter também esteve presente junto de Miles. "Estou aqui em nome dos pilotos da Indy. Dias como estes são extremamente difíceis. Gostaria de enviar minhas sinceras condolências à família de Justin. Obviamente ele foi um grande profissional, extremamente bem, e fora isso, era um cara incrível. Um dos poucos que realmente era amigos de todos no paddock", afirmou.