Parte do grupo se reapresenta hoje

Aos poucos, o Ceará retorna aos trabalhos visando a temporada 2012, na qual estreia no Estadual no dia 18 de janeiro, contra o Trairiense, no PV.

Ainda de "ressaca" após o rebaixamento para a Série B, o clube reinicia as atividades após 22 dias do fatídico jogo contra o Bahia, em Salvador, que resultou na queda de divisão, sem seus principais jogadores.

A torcida alvinegra que for a Porangabuçu, no período da tarde, não verá atletas como Fernando Henrique, João Marcos, Eusébio, Juca ou Felipe Azevedo. Estes jogadores, poucos dos principais nomes do time acertados para 2012, só se reapresentam no dia 2 de janeiro.

Assim, iniciam os trabalhos os jogadores pouco utilizados no segundo semestre e jovens promessas da base - ao todo, serão sete. O aproveitamento dos atletas das categorias de base - apelidados carinhosamente de "Pirarucus" pelo técnico Dimas Filgueiras - no time principal é uma das metas da diretoria.

Ao todo, hoje, serão apresentados 15 jogadores e a expectativa é de que entre eles possa estar o primeiro reforço para 2012, o lateral-direito Paulo Sérgio, de 33 anos, que vem do Guaratinguetá/SP. Além dele, se apresentam hoje: Adilson, Dionanthan e Gustavo (goleiros); Reginaldo (lateral-direito); Erivélton e Cleber (zagueiros); Geovane, Luizinho e Paulinho (meias); Preto, Romário, Maxuel, Sinho e Epitácio (atacantes).

Vantagem

Esses jogadores terão o privilégio de iniciar a temporada mais cedo que os demais, e podem sair na frente no quesito preparação física. A isso soma-se o fato desses atletas terem atuado menos que os principais nomes do elenco e os possíveis reforços, que chegam apenas no dia 2.

Com a estreia no Estadual marcada para o dia 18, estar bem fisicamente pode representar uma chance no time para os jogadores menos cotados.