Sobrepeso e obesidade são maiores entre crianças de 5 a 9 anos

Números divulgados ontem pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (Sbem), com base em dados do IBGE, revelam aumento do percentual de crianças com sobrepeso e obesidade no Brasil, principalmente na faixa de cinco a nove anos de idade. Os números referem-se a levantamento de 2010.


 

 

O sobrepeso atinge 34,8% dos meninos e 32% das meninas nessa faixa etária. Já a obesidade foi constatada entre 16,6% dos garotos e entre 11,8% das garotas. De acordo com a presidente do Departamento de Obesidade da Sbem, Rosana Radominski, esse quadro é alarmante.


 

Já entre as crianças a partir de 10 anos e jovens de até 19 anos, o excesso de peso atinge 21,7% do total dos meninos e a obesidade, 5,9%. Entre as garotas nessa faixa etária, 15,4% mostravam sobrepeso e 4,2%, obesidade. “Houve um aumento muito grande nesse grupo de crianças quando a gente considera o período de 1989 para 2009”, observou a médica. De acordo com os dados, o sobrepeso nessa faixa etária atingia 15% dos meninos em 1989 e 11,9% das meninas. Já a obesidade tinha 4,1% de índice entre os meninos naquele ano e 2,4%, entre as meninas de 5 a 9 anos.


 

A especialista observa também a influência de programas assistenciais, como o Bolsa Família, na mudança dos hábitos alimentares. Com mais dinheiro, famílias estão adquirindo maior quantidade de alimentos e não necessariamente os mais saudáveis. Segundo ela, há atualmente maior ingestão de açúcar, alimentos gordurosos e industrializados, em vez de alimentos naturais. (das agências)