Terceiro em Abu Dhabi, Vettel está próximo do tri

Terceiro em Abu Dhabi, Vettel está próximo do tri

O GP de Abu Dhabi poderia ter sido um calvário para o líder Sebastian Vettel, da Red Bull, que largou por último após punição. Mas, ao terminar em terceiro, o prejuízo foi mínimo. A vantagem sobre Fernando Alonso, da Ferrari, caiu de 13 para 10 pontos. O espanhol foi segundo na prova vencida pelo finlandês Kimi Raikkonen, da Lotus. Foi a primeira vitória dele no ano. A marca Lotus não vencia na F-1 desde 1987, com Ayrton Senna.


 

 

Mesmo com a queda na vantagem, o bicampeão tem chances de conquistar o tri na próxima corrida, no dia 18 de novembro, nos Estados Unidos. Caso Alonso não pontue no circuito de Austin, Vettel precisará de uma terceira colocação para ser campeão. Neste caso, ele chegaria a 270 pontos. Alonso, que está com 245, poderia chegar aos mesmos 270 no GP do Brasil, no dia 25, mas o alemão tem mais vitórias na temporada, fator de desempate final.


 

Se Vettel vencer a próxima prova, Alonso terá que chegar pelo menos em quarto para evitar o terceiro título consecutivo do piloto da Red Bull. Caso o alemão seja segundo, o espanhol precisa ficar entre os oito primeiros. Com Vettel em quarto, a decisão vai para o GP Brasil.


 

A prova


 

As atenções na largada estavam voltadas para os boxes, de onde Vettel largou e teria que remar até a ponta para encontrar Alonso, que logo ficou entre os quatro primeiros. Na volta 14, Vettel aproveitou safety car e trocou pneus e bico do carro. Foi ao fim da fila de novo.


 

Na volta 21, o líder Hamilton parou; Raikkonen pulou para a ponta e Alonso passou Maldonado para ficar em segundo. Vettel pisava fundo e na 32ª volta já era segundo, mas trocou pneus e voltou em quarto. A sorte de Alonso ruiu na bandeira amarela por acidente entre Perez, Grosjean e Webber.


 

Vettel tinha pneus novos e macios, enquanto Raikkonen, Alonso e Button tinham pneus médios e desgastados. Ele passou ainda Button, mas não alcançou Alonso, que até tentou, mas não ameaçou Raikkonen. Felipe Massa terminou em sétimo, Bruno Senna em oitavo.

 

Classificação

 

Mundial de pilotos

1º S. Vettel (Red Bull) 255

2º F. Alonso (Ferrari) 245
 

3º K. Raikkonen (Lotus) 198

4º M. Webber (Red Bull) 167
 

5º L. Hamilton (McLaren) 165

6º J. Button (McLaren) 153
 

7º F. Massa (Ferrari) 95

8º N. Rosberg (Mercedes) 93
 

9º R. Grosjean (Lotus) 90

10º S. Perez (Sauber) 66