Tribunal livra Ferrão do rebaixamento

Tribunal livra Ferrão do rebaixamento

Com a frase “O milagre aconteceu!”, o ex-presidente do Ferroviário, Carlos Mesquita, e torcedores comemoraram ontem a decisão do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol do Ceará (TJDF-CE) de punir o Crateús com a perda de 13 pontos e multa de R$ 300 por utilização de três jogadores irregulares em partidas do Campeonato Cearense.

 

Com isso, o Ferrão permanece na 1ª Divisão do Estadual, enquanto Crateús acaba como rebaixado para a Segundona de 2013. O time do interior, no entanto, promete recorrer da decisão até amanhã, levando a questão ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). “Vamos intensificar mais a defesa. Perdemos essa batalha, mas a guerra continua”, declarou o presidente do Guerreiro do Poty, Franzé Martins.


“Houve divergência nos votos que defendemos. Entende-se que há possibilidade desse resultado ser modificado em instância superior”, completou o advogado do clube, Dênis Luis.


Em um julgamento que durou cerca de quatro horas, na Primeira Comissão Disciplinar, o Crateús sofreu pena por unanimidade em quatro pontos e R$ 100 pela atuação de William Carioca; em seis pontos e R$ 100 por Erilson, por maioria; e, também por maioria, três pontos e R$ 100 pelo jogador Bruno Recife.


Após julgamento, o advogado do Ferroviário, Anastácio Nascimento, se mostrou confiante. “O Crateús está dentro do direito dele de recorrer, mas as provas dos autos são as súmulas. Não tem como contrariar. Além disso, o supervisor deles admitiu o erro”, afirmou. O Crateús, que terminou com 26 pontos, fica com apenas 13, na vice-lanterna. O Ferroviário, com 21 pontos, se livraria de deixar a 1ª Divisão pela primeira vez no Cearense.

 

Jogo do Fica


Para comemorar o “milagre” de permanecer na elite, o Ferroviário fará o jogo do fica, no próximo sábado, entre o atual elenco e jogadores corais do passado, na Barra do Ceará. “Convidamos a torcida para ir apoiar o clube”, finalizou Mesquita.